sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Ta animadinho/a?

Por isso estamos sempre de bom ânimo, sabendo que, enquanto estamos no corpo, vivemos ausentes do Senhor 
2 Coríntios 5:6

Essa expressão, que flui quase como respiração do bispo Adriel, transformou-se numa caraterística de sua disposição, sempre...animadinho!

Nesse tempo de preparo para um novo tempo, quero registrar marcas deixadas em nossos corações pelo amado Bispo Adriel e sua esposa Mariluse. Quanta disposição para ver cumprido o projeto de Deus,  quanto vigor na caminhada,  quanta sabedoria partilhada em ações e palavras.

Partilho aqui algumas frases que o Bispo Adriel imprimiu em nossas mentes e  corações e o que ecoa em meu coração.

"Nao tem cafezinho de graça"- e no meu coração ecoa que é preciso valorizar as doações e reconhecer o valor das pequenas coisas;

"Natal é tempo de fecundação do Espírito"  e no meu coração ecoa que quando Deus quer manifestar alguma coisa, Ele gera primeiramente em nós;

" Quem serve a Deus com alegria, serve ao proximo com qualidade" ... e no meu coração ecoa que nossa relação com o proximo é diretamente afetada pela nossa relação com Deus;

"Quando tudo na Igreja é missão, nada é missão" e no meu coração ecoa que corremos o risco de, na generalização, maquiar nossa percepção do essencial;

"Oração ta sempre em ordem" ...e no meu coração ecoa que, como homem de Deus, é preciso reconhecer o valor e o lugar da piedade na caminhada da Igreja.

"Conta a benção pastor/a!"...e no meu coração ecoa que é preciso aprender  a maximizar o acrescimo, a ação de Deus, e fazer o exercicio da gratidão.

Registramos aqui nossa profunda gratidão a Deus pelas suas vidas: Bispo Adriel e Mariluse. Foi um privilégio servirmos juntos ao Senhor nos ultimos dez anos.

Soraya Junior Junker e Filhos
Ministerio Toque de Poder
Coordenador do Projeto Cenaculo 3RE

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

NATAL....


Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus. 
Lucas 1:26-30

Estamos em tempo de advento e pela tradição, é tempo de nos prepararmos pro novo, lembrarmos do seu real significado e trazermos a memória o grandioso momento do nascimento de Jesus.

Final de ano, natal, somos naturalmente levados a pensar sobre o foi dito e o que foi contradito, o que foi realizado e o que foi abandonado, o que foi construído e o que foi derrubado....é  tempo de fazermos um resumo da obra. O Natal é um tempo de Deus pra nos e revela o resumo do  grande projeto de Deus para a humanidade.

No relato da predição do nascimento de Jesus, nesse tempo de advento, que chamamos de Tempo de Natal, Quero apresentar sua importância em quatro definições  Então vamos reler a narrativa de Lucas. 1.26-38

Que tempo e esse chamado Natal, que nos prepara pro novo?

1- Natal é tempo de revelação pessoal de Deus. Deus se revelou, através do anjo, a Maria...Deus quer se revelara você. E aqui revelação não é só conhecimento antecipado, mas a habilidade de conhecer e transitar no ambiente do que transcende o tempo, o modo e lugar.....Deus quer se revelar como Pai, atencioso, provedor......como Senhor. Ele quer engajar você no projeto Dele.

Cada faceta revelada do caráter de Deus tem a intenção de lapidar uma faceta do nosso caráter de adorador.

2- Natal é tempo de engravidar....fecundação do espírito.. Tempo de gerar. Deus quer nos fazer engravidar de Seus sonhos, seus projetos e planos para nossa vida, familia e igreja. Deus quer nos envolver intimamente e profundamente com o que Ele tem pra revelar sobre a terra. Ele não precisaria de nós, mas quis nos fazer participantes dessa gloria.....

3- Natal é tempo de enchimento do Espírito. Não há em nós possibilidade de fazer ou viver o que Deus planejou, senão pelo Espírito. Dependemos do Espírito....Precisamos ver, ouvir e falar pelo espírito.

4- Natal é tempo de milagre. Para Deus não haverá impossíveis. Pedimos a Deus muitos presentes nesse tempo, mas não ousamos pedir milagres. Como Deus é naturalmente sobrenatural, e nos fez semelhantes/identificados com sua natureza....Deus nos fez, naturais para vivermos a dimensão do sobrenatural. O milagre nos lança no extraordinário.... quem disse que porque você nunca viu, não faz parte da tradição,  Deus não pode fazer?

Uma mulher estéril estava grávida, uma virgem engravidou......há milagres que são imediatos, outros levam tempo para se manifestar plenamente.  Elias viu cessar a chuva porque orou, Josué viu o sol parar porque orou, o leproso foi curado porque pediu, o pai viu o filho ser liberto porque pediu a Jesus.....peça e creia que Jesus pode e quer lhe abençoar.

E ai......Feliz natal!!!!!feliz tempo de resumo..feliz tempo de preparo pro novo....
Feliz tempo de revelação, gestação, enchimento e milagre!!!!

Que o novo seja FELIZ!

Soraya, Junior Junker e filhos
Ministério Toque de Poder

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

UM POVO NO CORAÇÃO

“...Se bem parecer ao rei, se achei eu favor perante ele, se esta coisa é reta diante do rei, se nisto lhe agrado, escreva-se que se revoguem os decretos...para aniquilar os judeus...pois como poderei ver o mal que sobrevirá ao meu povo?           Ester 8.5 e 6  
 
A jovem Hadassa, de boa aparência e formosura, se transformou em Ester, rainha escolhida pelo rei Assuero, ainda que sem saber sua linhagem, a que povo pertencia.
Ester havia se banhado durante 6 meses em óleos para apresentar-se ao rei. Foi preparada para esse momento, embora não soubesse o que haveria de acontecer.
Tendo se levantado por meio de Hamã (um dos principais no reino) uma conspiração contra os judeus. Ester, agora rainha de um povo, mas tendo um povo em seu coração  aproveitou o tempo da oportunidade para interceder e ser instrumento da manifestação do propósito de Deus na vida de Seu povo: Livramento.
Ester usufruiu o tempo intermediário entre a preparação e manifestação do propósito = tempo da oportunidade, e se dispôs:
1- A interceder diante do rei a favor do seu povo, mesmo que isso pudesse lhe custar a própria vida – interceder por um povo significa dispor a própria vida para ver cumprido o Seu propósito;
2- A jejuar para que Deus lhe desse graça diante do rei e trouxesse livramento ao seu povo – abrir mão, abster-se do que tem por direito, renunciar a favor de um povo é investir. Semear na fraqueza para colher em poder.
Amados/as intercessores/as, somos parte de um povo especial chamado povo de Deus, mas há um povo que precisa estar em nosso coração: O povo brasileiro.
Que nos movamos em intercessão e jejum a favor desse povo, crendo que a “reforma em particular da Igreja”, trará efeito sobre a nação.  Vamos investir oração na Missão da Igreja.                                  
Amo vocês

Soraya de Lima Junker
Ministério Toque de Poder
(texto reeditado do antigo blog)

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Quando o silencio fala mais alto

“ Porém ao povo ordenara Josué, dizendo: Não gritareis,
nem fareis ouvir a vossa voz, nem sairá palavra alguma da vossa boca,
até ao dia em que vos diga: Gritai! Então gritareis. Josué 6.10

 Em muitos momentos e nas situações mais diversas a Palavra revela ser o silencio uma estratégia. Ela nos exorta a “falar pouco para não falar palavras néscias”; a sermos tardios no falar; a vigiarmos sobre o próprio coração, pois, “a boca fala do que está cheio o coração.
Nesta situação em particular, o silencio era uma ordem estratégica para a vitória. Josué ordenara ao povo que cercasse “a futura posse” em silêncio. A obra não seria realizada pelo muito falar; a ação humana seria: Testemunhar.
A ordem faz silenciar os possíveis comentários de dúvidas e incertezas, as palavras de murmuração que certamente fragilizariam a disposição de continuar crendo. Era preciso silenciar a incredulidade.
Amados intercessores/as, precisamos vigiar sobre a boca silenciando toda incredulidade, não fazendo declarações que contradigam a possibilidade em Deus. Vamos nos exercitar nesse tempo no silencio diante dos homens enquanto nos expressamos em obediência diante de Deus.
Continuemos firmes, pela fé, aguardando a vitória!     
Soraya de Lima Junker
Ministério Toque de Poder       

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

FAROL DO CORAÇÃO


" e deu-lhes ordem dizendo: olhai, ...estai todos vós atentos".
Josué 8.4

Pode substituir, não tem problema. Semáforo, sinaleiro, farol ( estou em São Paulo e para cumprir a missão é preciso contextualizar.rs). Esse importante elemento das leis de Transito pode variar de nome de lugar pra lugar, mas possui uma mesma função: ele determina o limite entre o seu caminho e o caminho de outrem. Desrespeitar esse elemento é colocar em risco sua vida, seus bens e a vida e os bens de outros. Hoje  se prevê uma pena razoável ( multa e pontos na carteira) para quem não respeitá-lo.

Os faróis vão desde os mais antigos e mal localizados (aqueles que quase não da pra ver a cor, de tão velhos, ou porque estão numa posição em relação ao sol, que não facilita a visualização; aos mais modernos, que nos dão noção do tempo de espera e até multam se passar no vermelho, pois tem câmeras acopladas. Ele diz a hora de parar, de esperar e de seguir.

 Isso parece coisa do coração, de onde procedem as fontes. Chego a pensar que o coração ja é em si mesmo um farol, por isso,  quero chamar sua atenção para os avisos do farol, do coração.

Atente para o alerta de parar. Vivemos um tempo de muita correria, ativismo explícito. Ha uma agenda a ser cumprida, ha vidas a serem atendidas, ha necessidades da obra a serem supridas....mas é preciso enxergar a luz vermelha da ausência no lar, da saúde que requer atenção, das estratégias que começam a tomar o lugar da revelação e das necessidades que agora impulsionam pra missão, tomando o lugar de Deus.

Atente para o alerta de esperar. Alguém já disse que esse é o trabalho mais árduo do cristão: A espera. Quão demorada pode parecer, quão distante nos coloca em relação aos nossos sonhos, objetivos.....quão necessária se faz para que estejamos preparados quando o tempo de cumprir chegar.

Atente para o alerta de seguir. Quantas vezes paramos na zona de conforto. Nos deleitamos com oásis quando ha uma Canaã a ser povoada. É preciso reconhecer o fim de um tempo e o início de outro tempo. É preciso ir adiante quando o sinal se abrir. Uma propaganda de um carro potente mostrava-o parado no farol e perguntava-se: pra que tanta potencia se o sinal está fechado.....então se abria o sinal, o carro disparava, e a voz respondia: porque uma hora o sinal vai abrir. Você já teve a sensação de que está parado num sinal com um motor de muitos cavalos? Que você tem mais potencial do que o que está usando?Preste atenção, pois uma hora o sinal vai abrir.

Salomão reconhece que ha tempo pra tudo. Tempo de parar, esperar e seguir. É preciso atentar para os sinais evidentes de nosso coração. Certamente, desrespeitar o coração como sinaleiro, farol, semáforo da vida é se expor as penalidades da vida.

Que a clareza dos nossos olhos espirituais nos guie no caminho da vida de oração e intercessão.

Amo voces

Soraya de Lima Junker
Ministerio Toque de Poder

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

COM O CORAÇÃO NA MISSÃO


Movimento de Oração Pro Reunião Extraordinária do 19º CG 2011
COM O CORAÇÃO NA MISSÃO
Aquele que forma o coração de todos eles ... contempla todas as suas obras. 
Salmos 33.15
(17 de novembro a 17 de dezembro de 2011)
O salmista Davi une o coração às mãos não só como expressão da ação criadora de Deus, mas como alvo de seu olhar atento.
O sábio Salomão nos chama a atenção para o coração. É preciso guardar, vigiar sobre, atentar, dar atenção devida; dele procedem as fontes da vida. Tudo começa ali, têm origem os princípios e motivações.
Nesse tempo de Reunião extraordinária do 19º Concílio Geral, tendo em vista a necessidade de eleição de novo Bispo/a da Igreja Metodista, devido o falecimento do amado Bispo Adolfo Evaristo, queremos chamar a atenção dos amados e amadas para a necessidade de darmos uma atenção especial à Missão: pensar, sonhar, resgatar princípios norteadores, restaurar motivações; pôr o coração na missão.
O Coração humano apresenta quatro partes ou cavidades e queremos pensar o coração, a favor da missão, em quatro direções:
1ª semana – vamos pedir ao Senhor que trilhe conosco o caminho da missão a fim de discernirmos o que precisa ser confessado: negligência, indisposição, falta de investimento, etc.... Oremos por nós como indivíduos, família, Igreja, Região.
2ª semana – vamos pedir ao Senhor que restaure nossa visão missionária, que Ele trate nosso coração nessa direção trazendo saúde e vida fluente ao coração da missão. Oremos pelos delegados e delegadas que se reunirão dia 17 de dezembro na Catedral Metodista de São Paulo.
3ª semana – vamos pedir ao Senhor que imprima nas nossas mentes e corações revelações, estratégias e ações a favor da Missão. Oremos pela REMA que sente a dor da separação do seu bispo eleito Adolfo Evaristo, falecido e que aguarda com expectativa a eleição e designação do seu/sua novo/a líder.
4ª semana – vamos orar pelo coração da Igreja Metodista no Brasil  e a Missão. Vamos pedir a reedição da experiência de John Wesley –  “um coração aquecido”, despertado, comprometido com a Missão, com o avanço missionário, em alcançar novas vidas, com o crescimento da Igreja.
Ministério Toque de Poder
Coordenador do Projeto Cenáculo

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

QUEM CRE NÃO FOGE!

Essa citação, retirada do Texto de Isaias 28.16, tornou-se lema dos intercessores no episcopado do Bispo Adolfo Evaristo na Igreja Metodista na 3RE. Uma palavra de estímulo, profética, ministrada com propriedade por alguém que investiu tempo, disposição e a própria vida na visão de santidade. Na expectativa de ver a Glória de Deus manifesta sobre a Igreja.

Na sua despedida de São Paulo (11/2001), Deus imprimiu esse cântico em nosso coração:

Feitos justos em Cristo Jesus,
Vivemos pela nossa fé
Na certeza do que esperamos,
na convicção do que ainda não vemos.

Quem crê não foge será fortalecido
Quem crê não foge, confia em Deus o Santo de Israel
Quem crê não foge espera em Deus a sua salvação
Pois reconhece que depende do Senhor.

Nossa gratidão a Deus pelo privilégio de termos partilhado um tempo na missão com um homem tão extraordinário.
Copio abaixo um de seus últimos e-mails.

Ministério Toque de Poder

Amados e amadas intercessoras do Toque de Poder
graça e paz
Deus seja glorificado pela caminhada que tem sido estabelecida na Igreja Metodista, por intermédio do ministério Toque de Poder, a quem Deus na sua infinita graça vem mantendo com firmes propósitos.
Ainda há vasilhas para serem cheias e espero que neste Concilio Geral,as vasilhas cessem por esta etapa, para que a vitória do Senhor se estabeleça em todo o Brasil.
Somos intercessores para uma grande visitação, pois temos saído do deserto, temos passado o rio Jordão e queremos a posse da terra em santidade diante do Senhor e dos homens.
Continuamos firmes na esperança.
Abraços
Jesus Cristo é o Senhor
Bispo Adolfo

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Campanha de Oração pelo Seminário Toque de Poder


Tema - Oração e Pureza Pessoal
de 24 de Outubro a 04 de novembro 

Purifica-me com hissopo, e ficarei limpo; lava-me, e ficarei mais alvo do que a neve. Salmo 51:07 

Vamos buscar e clamar pela presença manifesta de Deus no meio de seu povo reunido dia 5 de novembro – Seminário Toque de Poder sobre Oração e Intercessão, em uma campanha do dia 24 de outubro ao dia 04 de novembro.

12 dias de oração, jejum e Palavra na busca da santificação de nossas vidas e da vida da Igreja de Jesus Cristo.

Dinâmica de Oração:
 24 a 26 de outubro - Orar pela vida pessoal, para que possamos ser testemunha vivas da presença de Jesus Cristo em nossa vida 
  • Perdão, reconhecimento de total da dependência de Deus, agradecimento pela provisão de Deus  
27 a 29 de outubro - orar pelos ministros
  • Quebrar os obstáculos, as muralhas as retaliações contra eles e suas familiares
  • capacitar cada um deles para estarem trazendo palavra de edificação para a vida da igreja 
30/10 a 01 de novembro - Orar pela edificação e santidade das pessoas participantes
  • Para que Deus esteja provendo recursos financeiros para a participação
  • Que a chegada e partida seja sem acidentes
  • Para livramento de doença nos familiares
 2 a 4 novembro - orar pala restauração de vidas 
  • Para que os irmãos e irmãs  estejam aberta a restauração, renovação, busca de Deus de forma impactante

Dinâmica de jejum
Para a consagração em prol do Seminário desafiamos a todos os irmãos e irmãs a realização de um jejum de iguarias.
A partir do dia 24 de outubro ao dia 4 de novembro abriremos mão de 1 tipo de alimento que gostamos de comer com frequência. 

Dinâmica da Palavra
Durante esse período de consagração de nossas vidas em prol do seminário, convidamos os irmãos e irmãs a dedicarem tempo para a leitura da palavra de Deus todos os dias.
Estaremos lendo, com atenção e oração  texto de Salmo 51. E importante que anotem suas reflexões e se esforçando a viver de modo diferente.
  1. Sobre o que o texto fala?
  2. Em que ele se aplica a minha vida pessoal?
  3. Como posso mudar minhas atitudes, pensamentos e palavras para me tornar um discípulo melhor?
  4. Como devo orar em favor da minha vida e da igreja em ralação ao que o Senhor está ministrando pelo texto?
HOMENS E MULHERES DE DEUS PRONTOS PARA GUERREAR
FIQUEM COM DEUS NA GRAÇA E NA PAZ
 (Campanha elaborada por um grupo de alunos da Escola de Ad-Oração)

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Intercessor, Uma sombra que abençoa

“...A  ponto de levarem os enfermos até pelas ruas
e os colocarem sobre leitos e macas, para que, ao passar Pedro,
ao menos a sua sombra se projetasse  nalguns deles”. Atos 5.15

Segundo o dicionário Bíblico  Almeida, sombra é o espaço  sem  luz direta.
A sombra de Pedro era na realidade o efeito da Luz que incidia sobre ele. Pedro era a figura de mediador em Cristo Jesus, das mesmas obras que este fazia e que declarou que “aqueles que cressem Nele fariam as mesmas obras e ainda maiores”. Jo14.12
Deus Pai é chamado de “o Pai das luzes em quem não há sombra de variação.”Tg.1.17; I Jo. 1.5 diz que Deus é luz; Jesus se declara a Luz do mundo enquanto estava no mundo. Jo.9.3
A benção na vida dos que se submetiam à sombra de Pedro fala do efeito extraordinário que a nossa vida, sujeita a Luz do alto, surte na vida do próximo. Nossa  sombra, ou seja, o efeito de nossas vidas sujeitas a essa luz, vai  manifestar cura, libertação, transformação...
Se a nossa sombra ainda não está curando é porque ainda não somos imagem refletida da Luz do Pai das luzes.
Sombra também fala de refrigério. Intercessores, que nós sejamos mediadores de uma obra, neste tempo, de refrigério sobre as vidas dos necessitados que se espalham pelas igrejas e ruas de nossa cidade.
Sejamos todos nós sombras que abençoam, em Jesus. 

Soraya de Lima Junker
MinistérioToque de Poder
(texto reeditado do antigo blog)

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Intercessores - cercando promessas


Vós, pois, todos os homens de guerra,
rodeareis a cidade, cercando-a... “ Js.6.3

Segundo estudiosos, a palavra paga (intercessão), usada várias vezes em Josué 19, pode ser traduzida por: rodear fronteira. Podemos dizer então que através da intercessão nós podemos cercar = rodear fronteiras.
Em Josué 6 temos uma das mais conhecidas “manobras”  de intercessão dentro deste entendimento. O povo foi instruído a cercar a cidade de Jericó, a qual Deus já havia dado por promessa. Observamos no relato que cercar por meio de intercessão requer:
1- Disposição de obediência, afinal, Deus já havia prometido, poderiam simplesmente esperar, mas obedeceram a instrução de cercar a promessa - temos recebido muitas promessas do Senhor, devemos cercá-las por meio da intercessão até vermos cumpridas cada uma delas.
2- Disposição de Crer. Muitas vezes e de muitas maneiras, em toda a caminhada do povo de Israel Deus havia falado e cumprido. A Palavra diz que Deus vela em cumprir sua Palavra, portanto, se Deus tem lhe prometido, CREIA!
3- Disposição de perseverar. O povo rodeou a cidade não apenas um dia, mas sete=tempo perfeito de Deus para estabelecer Sua vontade sobre nós = que é VITÓRIA.
Por meio da Intercessão revelamos tais disposições: Obedecer, crer e perseverar em vigilância até vermos cumpridas cada uma de Suas promessas a nós.
“Ninguém saía, nem entrava” - o que procede de Deus será discernido e não será desperdiçado; o que não procede de Deus não terá lugar em nosso meio.
Vamos cercar e conquistar?!
Soraya de Lima Junker
Ministério Toque de Poder
(este texto é uma reedição do antigo blog)

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Bem-aventurados os mansos



“Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra;” Mt 5.5

Ser bem-aventurado é viver um estilo de vida destacado por Jesus; é acolher com simplicidade a proposta de viver diante de seus limites, a esperança da manifestação de um tempo novo, e sujeito à ação transformadora de Jesus, que age no presente com vistas ao futuro.....à eternidade.

Na antiga Grécia havia uma linha de pensadores que consideravam a piedade uma doença mental a qual os sábios não sucumbiam.

Na atualidade vivemos um tempo de destaque para os assertivos (alguém capaz de dizer muitos “nãos” e “sims”  doa a quem doer). Lido de forma positiva, o assertivo é alguém ativo, direto, não necessariamente agressivo, mas também, não necessariamente submisso.

Acatar a proposta de Jesus de ser manso é praticamente ser um suicida social.  Isso porque não entendemos a mansidão.

Ser manso não é uma disposição mental - é uma atitude para com Deus. Não é simplesmente não se deixar abalar pelas circunstâncias ou atitudes negativas dos outros, não reagir, ficar “frio”, ou como dizem os jovens “be cool”, mas tomar a atitude de ser zeloso pelo Nome de quem somos reconhecidos.

Ser manso não é ser indiferente ao mal. Jesus abominava tanto a iniquidade quanto amava a justiça. Quando preciso derrubou mesas e cadeiras no templo – ser manso é a atitude de submeter a Deus o poder (para se posicionar, mudar, negociar...)que possui.

A palavra traduzida por mansidão é "praus", que significa ser amansado para receber o jugo....quando somos mansos, somos receptores do jugo de Jesus: leve e suave.

Viver este estilo de vida é ser herdeiro de promessas. Cada bem aventurança traz consigo uma promessa. Se vivermos com mansidão herdaremos a terra – herdaremos o que Deus criou...aleluia.

Soraya de Lima Junker
Ministério Toque de Poder

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Discurso inflamado


Ouvindo então Saul e todo o Israel estas palavras do filisteu, espantaram-se, e temeram muito”. 1 Sm 17.11



Relendo a história de Davi, na marcante experiência de sua vida quando lutou com Golias, e observando os detalhes da postura de ambos os exércitos (Israelitas e filisteus), fiquei pensando: o que me espanta mais? O que espanta mais você?

- Golias? Seu tamanho – afinal ele media em torno de três metros, sua ousadia frente ao exercito de Israel; sua força - baseada na capacidade ou preparo de seus próprios braços como guerreiro; o tamanho de sua lança – talvez  o peso de sua ponta de lança? Seu discurso inflamado, baseado no seu orgulho?

- A mim, espanta muito mais a falta de soldados ousados em Israel, afinal, pertenciam ao exército do Senhor dos exércitos;  o medo do povo de Deus, afinal, eram fruto de uma história de cuidado, livramento e provisão divina; a falta de iniciativa de homens que deveriam saber que o seu Deus toma iniciativas a favor de suas próprias vidas, pleiteando suas lutas; A falta de discurso inflamado no meio de Israel, não pelo conhecimento humano, mas pelo fogo do Espírito Santo.

Amados e amadas, intercessores e intercessoras, vivemos no dia a dia o confronto declarado das hostes espirituais do mal, que intenta contra a família, igreja e sociedade. Somos parte do exercito de Paz do Senhor dos exércitos, portanto, não recuemos, mas com ousadia, avancemos para conquistar os espaços e as lutas que Jesus já venceu por nós, a fim de abençoar a terra aonde Deus nos colocou:....Brasil!

Juntos em oração,

Soraya de Lima Junker
Ministério Toque de Poder



quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Bem aventurados os que choram!

“bem aventurados os que choram, porque serão consolados” Mt 5.4
Segundo relato de Mateus, Jesus começa seu sermão do monte com a citação das bem-aventuranças, o reconhecimento de um tipo especial de pessoa, que poderia muito bem estar no meio da multidão – aqueles e aquelas que seguiam Jesus para ver os milagres, dos discípulos – aqueles e aquelas que queriam mais que ver milagres, queriam aprender, e dos apóstolos – que segundo o relato de Lucas, foram escolhidos dentre os discípulos, aos quais se reúne Paulo, mesmo não tendo caminhado no dia a dia do ministério de Jesus. Ser apóstolo significaria aqui, ter uma revelação pessoal do Ministério de Jesus.
Jesus destaca um tipo de pessoa que é mais que feliz por viver o presente na perspectiva do futuro, viver o hoje crendo que amanhã Deus pode fazer maravilhas, reconhecer seus limites hoje na certeza de que o Poder ilimitado de Deus pode usar esse espaço para se manifestar.
Dentre as características destacadas por Jesus está o texto citado. Inegavelmente, tanto no tempo de Jesus, como ainda hoje, vivemos numa sociedade machista e durante muito tempo era comum ouvir em nosso meio: homem que homem não chora. Choro era símbolo de fraqueza, vergonha, dor, ansiedade, tristeza e muito mais.
Que seja, ser bem-aventurado, então, é ser alguém que
1-       Reconhece sua fraqueza, para que nela se aperfeiçoe o Poder de Deus;
2-      Reconhece sua limitação e se envergonha, para que Deus o confirme em dupla honra;
3-      Reconhece sua dor, para que a ação curadora de Deus lhe alcance e abençoe;
4-      Reconhece sua ansiedade, e sua inabilidade de acrescentar por meio dela um côvado que seja à sua vida, para que o anseio pelas coisas do alto tome lugar.
5-      Reconhece sua pequenez, seu pecado, suas faltas, e se entristece, afim de que essa tristeza segundo Deus, gere arrependimento para salvação.
Um choro que nos lance de joelhos no altar, gere arrependimento, regue nossa alma para produzir frutos de vida eterna....precisamos disso....até porque....é temporário...um dia...
E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas”. Ap 21.4

Soraya de Lima Junker
Ministério Toque de Poder

sábado, 30 de julho de 2011

Caminhada Profética


“E percorria Jesus toda a Galiléia, ensinando nas suas sinagogas e pregando o evangelho do reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo”.
Mt 4.23

Todo o texto do capítulo 4 de Mateus nos apresenta a estrutura do Ministério profético de Jesus, começando pelo deserto - a Escola do Espírito, passando por Cafarnaum, mar da Galiléia e toda Galiléia. Porem o versículo 23 traz o resumo da ação missionária, que foi realizada pelo Ministério profético de Jesus:
1-      Percorria toda Galiléia – percorrer o caminho proposta, conquistar espaço ministerial, parte da disposição de viver e realizar o que Deus planejou. Só poderemos fazer isso apoiado no braço forte do Senhor. Jesus percorreu caminhos no cotidiano que faziam parte da conquista que Deus tinha pro seu ministério. O caminho que percorremos em casa, no trabalho, na escola e na igreja aponta para os espaços a serem conquistados por nós para o Senhor.
2-      Ensinando nas sinagogasJesus tinha por costume ir às sinagogas. Ensinar é partilhar conhecimento, entendimento. Jesus partilhava o conhecimento da história e do Deus que interfere na história. Ensinar, como parte do ministério profético, é trazer luz sobre a vida e a caminhada daqueles que encontramos no caminho.
3-      Pregando o evangelho do reino - pregar é partilhar vida, não só conhecimento; é partilhar experiências. O impacto da pregação no ministério profético está na vida partilhada, que vai alem da letra e é vivificada pelo espírito, quando a Palavra se torna vida em nossas vidas. Quando pregamos o que vivemos, a palavra toma corpo no espírito e gera aonde for lançada.
4-      Curando todas as enfermidades Ministrar cura é partilhar dons; é mover-se no entendimento de que mais que palavras persuasivas de sabedoria o evangelho é demonstração de poder; que o Reino não consiste em palavras, mas Poder. O Ministério profético move-se pelas leis do Reino, para manifestar o Reino.

Amados e amadas, intercessores e intercessoras, que possamos ouvir a voz do Senhor que ordena: Profetiza!

Orando, sempre,
Ministério Toque de Poder

segunda-feira, 18 de julho de 2011

ORAÇÃO - UM EXERCÍCIO


Dá ouvidos, Senhor, à minha oração, e atende à voz das minhas súplicas. Sl 86.6

Vivemos nos últimos dias o exercício de vigiar e orar a favor da Igreja e sua missão. Cremos na habilidade de Deus de tomar a dianteira de nossas questões quando as submetemos a Ele.

Oramos, cremos e vimos Deus agir, interferir e conciliar vidas, idéias e corações. Experimentamos mais uma vez a eficácia e o poder de Deus que opera quando nós oramos. Deus tratou conosco e com nossas questões. Exercitamos-nos em oração.

Oração - é o exercício de alinhar a mente com a mente de Deus, no desejo de ser guiado pelos seus pensamentos que são mais altos que os nossos, de ser instruído pela Sua vontade soberana.
É o exercício de alinhar o coração com o coração de Deus a fim de ser guiado pelos Seus desejos, sonhos e vontades; Ser alimentado pelas fontes de vida que brotam de Seu coração.
É o exercício de unir as mãos às mãos de Deus, para fazer sua vontade, realizar Sua obra; estender a mão com a convicção de que a Sua mão é que realiza.
É o exercício de alinhar os pés no caminho de Deus, trilhar Seu caminho elevado, ser guiado por Ele, nosso pastor, que nos leva aos pastos verdejantes e às águas tranqüilas.

Àquele que refrigera nossa alma, nossa gratidão e oração.
Hoje e sempre.
Soraya de Lima Junker
Ministério Toque de Poder

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Assembléia Solene de Oração

“...subiram ao cenáculo, onde permaneciam... perseveravam unanimemente em oração...”
At 1.13 – 14

Amados e amadas,
Graça e Paz!

O livro de atos relata que depois de Jesus ter sido elevado às alturas diante dos olhos dos discípulos, antes da descida do Espírito Santo, houve um tempo de oração intensa, uma Asssembléia Solene que reunia discípulos, a mãe de Jesus e seus irmãos entre aproximadamente 120 pessoas.
Período determinante para a continuidade da obra missionária através da Igreja, que surgia como fruto de homens e mulheres agonizando em oração, cumpriu-se o dia de pentecostes....e todos ficaram cheios do Espírito Santo. (At 2.1-4)
Nos dias que antecedem nosso 19º Concílio Geral, no desejo de dar continuidade a obra missionária de uma Igreja gerada por Jesus e revestida do Poder do Espírito Santo, aquece em nossos corações o desejo de que, à semelhança dos discípulos em Atos, tenhamos uma assembleia solene de oração, que nos prepare para ouvir sons divinos, sermos tocados com linguas de fogo e falar pelo Espírito, de forma que, cada um ouça na sua própria lingua.
                Subamos ao Cenáculo e perseveremos em oração!

Nos ajude a orar pela Igreja Metodista no Brasil, de 1º a 9 de julho de 2011
1º dia - Oremos pela Vida  e saúde  de nossos Bispos e Bispa (e familiares);
2º dia - Oremos pelo local (Igreja Metodista da Asa Sul/BSB)e infraestrutura;
3º dia – Oremos pelas equipes de trabalhos e documentos, propostas, etc...;
4º dia – Oremos pelos temas a serem discutidos;
5º dia – Oremos pelas eleições;
6º dia – Oremos pela comunhão da Igreja;
7º dia - Oremos pela saúde Missionária da Igreja;
8º dia – Oremos pelos projetos da Igreja;
9º dia – Oremos por uma revitalização do ânimo, da força e da visão missionária;
10º dia - Agradeçamos a Deus pela Sua infinita Graça. Pelo que já vivemos e ainda viveremos como Igreja Metodista no Brasil.

Soraya de Lima Junker
Ministério Toque de Poder