segunda-feira, 9 de abril de 2018

Jesus - Pastor e Bispo de nossas almas


"Porque éreis como ovelhas desgarradas; mas agora tendes voltado ao Pastor e Bispo das vossas almas. 1 Pedro 2:25

As primeiras vezes que a Bíblia cita o termo pastor, se referem a alguém cuidando de um rebanho (Gn. 13.7; Gn. 13.8; Êx. 2.17). No registro de Reis 22.17 ...como ovelhas que não tem pastor... a partir de então o nome é usado como forma figurativa para expressar situações referentes ao cuidado. Davi, o mais conhecido pastor de ovelhas das Escrituras também fez uma belíssima comparação: “O Senhor é o meu pastor, nada me faltará” (Sl. 23.1). 

Pastor, então, no Antigo Testamento não era uma autoridade espiritual, isso ficava a cargo dos sacerdotes, profetas e outros levantados pelo Senhor. 
No Novo Testamento vemos os líderes sendo chamados para “pastorear” o rebanho de Deus, a partir da declaração de Jesus: “Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas... Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido”. (Jo. 10.11-14). A partir daí, ser pastor significava cuidar de vidas da mesma forma que Cristo demonstrou no cuidado e ensino no seu ministério na terra. 
Ele amou, consolou, guiou, orientou, pregou, cuidou das feridas do corpo e da alma e alimentou multidões. Foi humilde ao perdoar, lavar os pés dos discípulos e dar exemplo, protegendo e dando a sua vida. Exemplo. Modelo. Padrão! 

A Igreja cresceu, os cuidados e cuidadores se multiplicaram, então, se instituiu Bispos - pastores supervisores. Pastores de pastores. Cuidadores de cuidadores, e Paulo os instruiu: "Cuidem de vocês mesmos e de todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo os designou como bispos, para pastorearem a igreja de Deus, que ele comprou com o seu próprio sangue." Atos 20. 28

Nessa semana
Cuidemos em oração daqueles e daquelas que cuidam de nós. 
Orando e Crendo,
Soraya de Lima Junker 

segunda-feira, 26 de março de 2018

Amadas e Amados, 
Paz e Alegria em Oração!

Eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância. João 10:10

Estamos em tempo de quaresma. Ultima Semana. Uma agenda do céu revelada na terra.
Rememorar os passos de Jesus num tempo tão significativo tem a intenção de nos despertar para uma semana diferenciada, com clareza sobre os nossos passos.
Os evangelhos testemunham que Jesus viveu desde o começo pelo fim. Ele disse que veio com um propósito. Nasceu, viveu , morreu e ressuscitou por um propósito. 
Não tinha a ver com seu sucesso, mas com o sucesso do plano original: restaurar a humanidade decaída.

Jesus entendeu que havia uma CAUSA MAIOR ...
Curava o corpo, mas a causa maior era restaurar o interior; 
Curava cegos, mas a causa maior era restaurar a visão espiritual; 
Sarava leprosos, mas a causa maior era restaurar os relacionamentos de pessoas com limites pela enfermidade. 
Ressuscitou morto, mas a causa maior era trazer de volta a vida, vida com qualidade, vida abundante. Vida eterna.

Nessa Semana, oremos:
- Para que os propósitos eternos de Deus sejam a motivação de homens e mulheres de oração.
- Para que haja um despertamento missionário a partir do exemplo de Jesus. 
Há uma causa Maior, então, 
Faça como Jesus: Mova-se no natural para revelar o espiritual.
Orando e Crendo,

Soraya de Lima Junker